Perguntas Frequentes

Home / Serviços / Perguntas Frequentes

Energia não é foco do meu negócio. Por que economizar energia?

Energia pode não ser o foco do seu negócio, mas reduzir custo é vital para a sustentabilidade da sua empresa. No Gerenciamento de energia da GeBrax é possível criar uma boa estratégia de compra de energia para reduzir custos e melhorar a saúde operacional e financeira da sua empresa.

Optando pela compra de energia limpa você poderá controlar e dimunir a emissão de gases de efeito estufa.

Solicite uma simulação aqui ou agende uma visita para tiramos suas dúvidas.

 

 

A instalação do gerenciador de energia da GeBrax esta de acordo com as normas e padrões da concessionária de energia?

 

A instalação do Gerenciador de energia está em acordo com a legislação da ANEEL e é um direito do consumidor. A concessionáris de energia é responsável pela medição do padrão de entrada onde é colocado um selo de garantia e segurança. O gerenciador de energia é colocado após esta caixa de medição, com um plugle de contato optico entre o medidor de concessionária e o gerenciador de energia.

Veja o diagrama abaixo:

 

 

Porque fazer o monitoramento on-line do consumo de energia elétrica da minha empresa?

O monitoramento de sua conta de energia amplia a sua base de informações, tendo a medição em tempo real do consumo de energia, onde você estiver. A análise dos processos e de seu gerenciamento se torna muito mais fácil e seguro. Conversar e explicar aos seus funcionários e equipe se torna uma tarefa fácil e com os dados em mão. 

Lembre-se: “Gestão só se faz com medição e acompanhamento” e "Voce só gerencia aquilo que voce mede".

 

O que o sistema de Gerenciamento pode me auxiliar?


Com o software você faz o monitoramento dos custos de energia elétrica das unidades consumidoras e gerencia os seguintes itens:


Otimizar os contratos de demanda.

Eliminar multas de ultrapassagem dos limites de demanda contratada.

Eliminar as multas por baixo fator de potência.

Avaliar o melhor enquadramento tarifário.

Antecipar com suficiente precisão o valor da conta de energia antes dela ser emetida pela concessionária.

Adequar com a concessionaria o melhor horário de ponta para sua necessidade no período de 17 as 21hs.

 

Veja os exemplos abaixo de antes e depois do gerenciamento de enegia:



demanda analo

analo 01

 

Quais são os itens que devo observar em minha conta de energia elétrica que possibilitam redução de custos?

 

- Ultrapassagem de Demanda;

- Demanda Contratada diferente da Demanda Faturada;

- Energia Excedente, Demanda Excedente (UFER e DMCR);

- Demanda Contratada Ponta igual à Demanda Contatada Fora Ponta;

 

Quais são os Exemplos de indicadores ocultos que possibilitam redução de custos com a energia eletrica da minha empresa?

- Contratação inadequada de Tarifas (Azul, Verde) e Grupos (A1, A2, A3 e A4).

- Adequação de perfil de carga.

- Credito e Retorno de ICMS dos últimos 5 anos.

- Viabilidade de auto-produção de energia elétrica.

- Migração para Mercado Livre (CCEE).

 

O que é eficiência energética?

  • Trata-se de uma atividade técnico-econômica que objetiva:

  • Proporcionar o melhor consumo de energia e água, com redução de custos operacionais correlatos;

  • Minimizar contingenciamentos no suprimento desses insumos;

  • Introduzir elementos e instrumentos necessários para o gerenciamento energético e hídrico da empresa ou empreendimento.

 

Como otimizar o consumo e quais são os benefícios?

A redução do consumo pode ser obtida com medidas como:

• Utilização de técnicas de reúso, captação de águas pluviais, pesquisa para autoprodução;
• Substituição de dispositivos de iluminação por outros mais eficientes (lâmpadas PL, luminárias com melhor refletância, reatores eletrônicos);
• Utilização de sistemas de automação, possibilitando acionamento de motores;
• Iluminação somente diante de necessidades específicas;
• Adequação de grandezas elétricas como harmônicos e fator de potência às características da operação em questão;
• Substituição de insumo energético como energia elétrica por energia solar em caso de aquecimento de água;
• Reaproveitamento de energia em dissipação em insumo, como por exemplo o uso de energia térmica extraída em processo de aquecimento de ar como insumo para pré-aquecimento de água, etc.

A adoção de medidas dessa natureza, além de trazer benefícios diretos para o usuário (redução de custos, melhoria da competitividade), é igualmente benéfica para a sociedade, pois contribui para o desenvolvimento sustentável (utilização de menos recursos naturais e redução de gases de efeito estufa).

 

O que é um projeto de eficiência energética?

Trata-se de atividade que define ações em determinada operação, visando primordialmente a redução de custos com consumo de insumos energéticos e hídricos, apresentando sugestões de viabilidade técnico-econômica de implantação, incluindo as especificações técnicas, materiais, serviços e as implantações propriamente ditas, além do gerenciamento do projeto e a gestão dos resultados após o término das intervenções.


Assim, qualquer empresa ou empreendimento pode ser beneficiado com projeto de eficiência energética, através de retrofit de ativos operacionais e instalações, e adequação de procedimentos.


Em resumo, é um conjunto de medidas bem definidas que, quando implantadas, levarão a uma redução, previamente determinada, dos custos de consumo de água e/ou energia de uma empresa ou empreendimento, mantendo-se os níveis de produção e da qualidade do produto final.

 

Por que realizar um projeto de Eficiência Energética ?


O conceito de sustentabilidade esta sendo absorvido pelas empresas e pela sociedade em geral, uma vez que se visualizou neste tema uma oportunidade de apresentarem responsabilidade social no crescimento e no consumo, evitando desperdícios e perdas para o meio ambiente. Além disso, o uso consciente beneficia as empresas de outras formas:

  • Economiza recursos naturais;
  • diminui custos de produção;
  • permite a produção de bens mais baratos e competitivos;
  • melhora seu desempenho econômico;
  • reduz a necessidade de se investir em infra-estrutura e energia, já que é mais barato conservar do que gerar energia;
  • disponibiliza mais verba para investimento em outras áreas.